Baco – Luxo cor-de-rosa no sul da França – Ano 3 Numero 15

Sacha Lichine é figura bem conhecida no trade de vinho. Este bordalês (sua família detém o Chateau Prieuré-Lichine) foi educado nos EUA e tem como lema “life show be easy to drink” (a vida deveria ser fácil de beber). Seus muitos sucessos como empreendedor incluem ter elevado o rosé ao luxo, através de um de seus projetos, o Château d’Esclans. A propriedade é muito antiga, remontando ao século XIII, mas a atual construção em estilo de vila toscana em plena Provence é mais recente, do século XIX.

No château há uma capela e nela, acima do altar, a estátua de dois anjos sussurando (veja a foto na página seguinte). Estes anjos inspiraram o nome e rótulo do rosé Whispering Angel (anjo sussurante), best-seller da empresa. O estilo geral é de rosés modernos, com muita fruta, madeira, alto preço, sem perder a qualidade e elegância. Veja a prova feita no Château.

Whispering Angel 2013
Elaborado com Grenache, Cinsault, Rolle (Vermentino), Tibouren, Syrah, Carignan e Mourvèdre. Cor-de-rosa muito claro.
Aroma expressivo, com notas de frutas vermelhas doces, florais, rosas, violetas. Paladar macio, longo, com algum açúcar residual, acidez boa, longo, muito bem elaborado, ótimo para aperitivo.
Nota: 88 pontos

Château d’Esclans 2013
Elaborado com Grenache, Rolle (Vermentino), Syrah, Tibouren e Cinsault. Parte do mosto é fermentada em barris de carvalho de 600 litros e o restante em tonéis de inox. Cor rosaclaro.
Aroma intenso e fresco, com notas de madeira, frutas vermelhas maduras, especiarias doces. Paladar leve e estruturado
por acidez presente, muito boa, macio, sentem-se taninos.
Tem estrutura, frescor e muita personalidade.
Nota: 90 pontos

Les Clans 2013
Elaborado com Grenache e Rolle (Vermentino) de vinhas velhas.
De cor muito clara, quase um vinho branco, brilhante.
Nos aromas também lembra um vinho branco, com notas de frutas brancas maduras, pera, notas de madeira, frutas vermelhas, toques florais.
Paladar de ótima estrutura, bom volume de boca, largo, percebem-se os taninos, boa maciez, equilibrada com ótima acidez, longo. Excelente, impressiona.
Nota: 92 pontos

Garrus 2012
Elaborado com Grenache de vinhas velhas e Rolle (Vermentino), com dez meses em barricas.
Este é o topo de gama da empresa, de produção muito pequena e preço alto. Cor rosa-claro com notas alaranjadas. Aroma muito fino, no qual a madeira aparece bem integrada e delicada, com notas de brioches, que lembram um champagne sem as bolhas. Paladar de firme leveza, acidez-maciez em perfeito equilíbrio. É menos expressivo e volumoso que o Les Clans, mas chama a atenção por sua equação perfeita entre delicadeza e estrutura.
Nota: 93 pontos

View original article